sábado, 6 de dezembro de 2008

Amor e vento. Tudo é relativo.

(nah) diz:
bah, amor é uma roda gigante. te leva ás alturas e de repente te deixa lá embaixo. a entrada é barata, você tem medo quando tá subindo mas quando finalmente se acostuma a estar perto do céu e começa a gostar, ele desce de uma vez, e sobe de novo, e desce de novo.
All you need is love! diz:
o amor eh o que nos mantem vivos!
All you need is love! diz:
o amor eh o oxigenio da vida
All you need is love! diz:
o amor quando verdadeiro so traz o bem
(nah) diz:
e como você sabe se é verdadeiro?
(nah) diz:
quando um romance acaba, voce pensa 'nao foi dessa vez, nao era verdadeiro', e voce morre sem achar esse tal amor
(nah) diz:
as vezes ele ja aconteceu e vc nem se deu conta
All you need is love! diz:
voce nao sabe, voce simplesmente sente..
All you need is love! diz:
o amor nao tem razao
All you need is love! diz:
nao tente tentar entender o amor..
All you need is love! diz:
tantos poetas morreram, tentando incessantemente definir..
All you need is love! diz:
o que eh amor?
(nah) diz:
não há explicação. 
All you need is love! diz:
quando na verdade
(nah) diz:
não há como entender.
All you need is love! diz:
nao..
(nah) diz:
você sofre por algo que nem sequer conhece.
All you need is love! diz:
Eh o fogo que arde sem se ver
All you need is love! diz:
Eh um nao sei o que que vem nao sei de onde fica nao sei porque e doi,
(nah) diz:
é ferida que dói e não se sente
All you need is love! diz:
eh o contentamento descontente
(nah) diz:
sente sim
(nah) diz:
logico que sente
(nah) diz:
é dor que desatina sem doer
All you need is love! diz:
e como!
(nah) diz:
é lógico que dói
(nah) diz:
o que camões tinha na cabeça?
(nah) diz:
preciso parar de analisar poemas
All you need is love! diz:
eh o estar preso por vontade
All you need is love! diz:
olha
(nah) diz:
LOGICO QUE NAO
All you need is love! diz:
uma coisa eh fato
(nah) diz:
voce nao tem vontade

(nah) diz:

voce ta preso porque nao tem escolha

(nah) diz:

Camões não sabia das coisas.

beijo especial pra Shakespeare.


Um comentário:

Shakespeare disse...

es um claro enigma;- e por favor, perdoe-me novamente pela falta de acentos -

Nao, amor!
Eh o que encontrando alteracoes, se altera
Ou diminui se atinge o desamor.
Oh, nao!amor eh ponto assaz constante
Que ileso os bravos temporais desfronta.
Eh a estrela guia do solitario errante,
De brilho certo, mas valor sem conta.
Amor nao eh fruto do tempo, embora
Em seu transcorrer os labios entorte.
O Amor nao muda com o dia e hora,
Mas persevera ao limiar da Morte.
E, se prova que num erro estou,
Nunca fiz versos, nem jamais se amou.