quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Um lugar.
Onde eu não precise forçar a vista para ver as estrelas. Fora e dentro de mim.
Onde a brisa na mente alheia faça uma mecha do meu cabelo sair do lugar, vir contra o rosto.
O fogo que sai da terra fofa me faça correr sem direção
Que a direção me faça ir de encontro ao mar
Porque a maré vai de acordo com as notas da minha músicas e afasta toda a dor ~

9 comentários:

6ui disse...

lindo. :)

Lina. disse...

já disse que adoro o que voce escreve? pois ééé :)

x

C. disse...

isa invadindo o morrão ai5

mas sim, sacanices a parte, lindo :~

Fernanda Santos-Kalaoun disse...

bonito!

Nana gomes disse...

sabia que vc é uma poeta?^^

Mary disse...

Também quero ;)

Michele disse...

Que foto/layout... espetacular ._.

Michele disse...

você anda feliz demais ._.

OL disse...

Adorei!
(Mar tem tudo a ver com emoção, sabia? *_*)